Casa de Anne Frank

Sinta o peso das palavras de Anne Frank no esconderijo onde ela escreveu seu famoso diário.

Selecione as datas para conferir as atividades disponíveis

Relembrando a história de Anne Frank

Você já pode ter lido o Diário de Anne Frank, mas a profundidade de suas palavras muitas vezes não ganha dimensão até você visitar a casa pessoalmente. Antes de visitar este lugar imperdível em Amsterdã, relembre os principais fatos sobre esta fantástica menina.

  • Esta é uma carta para Kitty

    1. Esta é uma carta para Kitty

    Diversas partes do diário foram escritas à mão, endereçadas à Kitty. Os estudiosos ainda debatem se Kitty era uma amiga de antes da guerra ou personagem do livro favorito de Anne.

  • Apenas um dos oito sobreviveu à guerra

    2. Apenas um dos oito sobreviveu à guerra

    No total, oito pessoas se esconderam no famoso anexo secreto. Otto Frank, o pai de Anne, foi o único a sobreviver.

  • O diário quase foi perdido

    3. O diário quase foi perdido

    A holandesa que ajudou a esconder a família Frank, Miep Gies, disse que teria destruído o diário se o tivesso lido, já que o conteúdo incriminaria todos os envolvidos, inclusive ela.

  • Anne foi inspirada a publicar suas palavras

    4. Anne foi inspirada a publicar suas palavras

    Após ouvir o ministro holandês Gerrit Bolkestein no rádio: "A História não pode ser escrita com base em decisões oficiais... O que realmente precisamos são de registros comuns".

  • O grupo tentou escapar antes de ir para o esconderijo

    5. O grupo tentou escapar antes de ir para o esconderijo

    A família Frank acreditava que a guerra não chegaria à Holanda. Com a ameaça se aproximando, Otto e sua família tentaram, sem sucesso, fugir para a Inglaterra e Estados Unidos.

Organize sua visita

  • Prepare seus filhos antes da viagem

    De canais do YouTube a sugestões de leituras, você deve encontrar uma boa ferramenta que ajude a explicar a história de Anne Frank e sua família para os mais novos. A visita é recomendada para crianças a partir de 10 anos, porém todos são bem-vindos. Cadeirinhas e carrinhos de bebê não são permitidos dentro da casa, mas há um guarda-volumes disponível.

  • Evite filas planejando com antecedência

    Centenas de milhares de turistas visitam Amsterdã anualmente, e uma visita ao anexo secreto está no topo de suas listas de prioridades. Você pode reservar ingressos on-line para evitar espera em fila. Grupos grandes também podem ser facilmente acomodados.

  • Quanto custa o ingresso para a Casa de Anne Frank?

    Ingressos e excursões para a Casa de Anne Frank têm preços bem razoáveis. Para crianças menores de 10 anos, a partir de apenas 0,50 EUR por criança.

Informações Úteis

  • Quando visitar?
    Você pode visitá-la o ano todo, mas confira primeiro o calendário no site. A Casa está fechada nos principais feriados.
  • É preciso visitar com um guia?
    Uma excursão guiada custa menos de 30 EUR por pessoa. E melhor: você evita espera em fila, que pode durar até 3 horas.
  • Como chegar
    A Casa de Anne Frank está a 20 minutos a pé da Estação Central.
  • Mais dicas

    • O cartão "I Amsterdam" não oferece entrada gratuita.

    • A última entrada ocorre trinta minutos antes do fechamento.

Casa de Anne Frank: Mais Atividades e Atrações Turísticas

Quer descobrir todas as coisas para fazer no destino Casa de Anne Frank? Clique aqui para ver a lista completa.

Casa de Anne Frank: Avaliações de outros visitantes

Avaliação geral

4.7 / 5

Com base em 3.602 avaliações

O dia estava lindo! Tivemos sorte de pegar um capitão e uma anfitriã muito animados: Roger e Denise. Contaram sobre a história e curiosidades de Amsterdam de maneira descontraída e divertida. O barco era confortável com muitas almofadas e cobertores e também a possibilidade de comprar bebidas. Eu adorei! Recomendo!

A experiência foi muito didática. O guia era atencioso e simpático. O inglês utilizado era fácil de entender para quem não é um profissional na língua. Contextualizou muito bem a história de Anne na 2ª guerra mundial.

A Holly foi a nossa guia pelo tour do Bairro Judeu, por onde nos foi contando um pouco da história da família da Anne Frank. Muito bom!

The trip was really nice, the skipper Jetoen talked about the monuments and the drink made by the host Maxim was really good!

Muito bom quer como conhecer a história, como a experiência de vida de quem vive em Amesterdão